Categorias
Arquitetura Decoração Engenharia Civil Estruturas Metálicas Projeto

PROJETO: PARQUE DA GARE

Com cerca de 1800m², o escritório de arquitetura IDOM teve o grande desafio de revitalizar o Parque da Gare criado na década de 80 e situado na região da antiga estação de trem. A obra aconteceu na cidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, cujo projeto foi muito além da revitalização, trazendo novos significados e novas infraestruturas, responsáveis por proporcionarem aos moradores diferentes formas do uso coletivo desse espaço.

Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias

A topografia é complexa e difícil. Foram construídos muros de contenção, passarelas, pontes e edificações para ajudar no transporte entre as diferentes variações do terreno.

Desde os tempos do modernismo, os parques dentro das cidades foram mudando seus conceitos e seus propósitos, indo muito além da contemplação da natureza, se tornando lugares que possibilitam a prática de diversas atividades ao ar livre. No Parque da Gare isso não poderia ser diferente, fora as zonas repletas de vegetações, foi construído pista de skate, playgrounds, pistas de caminhadas, arquibancadas, entre outros pontos de interação.

Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias

O projeto paisagístico utilizou de árvores nativas para complementar algumas áreas que não eram arborizadas, mas também respeitou o projeto anterior, deixando zonas abertas, perfeitas para contemplação de uma vista ampla do parque.

O uso das estruturas metálicas em toda a obra é bem expressivo. Pergolados, guarda-corpos, esquadrias, estruturas de edificações inteiras, tudo utilizando perfis de aço com pintura em vermelho, trazendo um toque de cor e de personalidade.

Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias

Uma das edificações mais interessantes implementadas pelos arquitetos do IDOM, foi o chamado Prédio da Feira do Produtor. Edificado em uma zona de declive acentuado, acabou sendo dividido em patamares, onde o seu interior conta com rampas e escadas que permitem a todos se locomoverem entre os andares de forma acessível.

Descrição enviada pelo escritório para o site Archdaily:
“A estrutura do Prédio da Feira do Produtor é composta por sistema misto de concreto e metálico. A estrutura de concreto realiza a zona do embasamento do edifício no contato com o terreno, com a formação de pilares, vigas, muros de arrimo, e lajes pré-moldadas. Desta estrutura de concreto se solta a estrutura metálica, com a formação de pilares e vigas para fechamentos laterais e de cobertura, a qual organiza espacialmente a envolvente da edificação, originando um grande espaço central aberto e isento de pilares.”

Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias

“A Cobertura será executada em telhas metálicas sobre estrutura de terças metálicas, assim como o fechamento exterior, havendo uma continuidade material entre o telhado e a fachada.

As aberturas na fachada servem para ventilação e iluminação e a sua disposição agrega ritmo nas fachadas mais longas do edifício. As grandes aberturas nos topos do edifício geram uma continuidade espacial do exterior para o interior e vice-versa.”

Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias
Imagem: Reprodução / Fotógrafos: Marcelo Donadussi, Pau Iglésias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.